VisitCuba - Portal de Turismo de Cuba

go to content

Percurso de BTT

Ficha Técnica:  Percurso indicado para observação de alguma fauna e flora

Tipo de Percurso: BTT com grau de dificuldade média

Distância: Aproximadamente 30 km

Duração Média: 2h-3h

 

Partir à descoberta e apreciar a natureza, é o que se pretende com este passeio, assim, há que apurar todos os sentidos, para que as bonitas paisagens dos campos, o cantar das mais variadas espécies de pássaros e até o silêncio que ecoa a natureza, se possam absorver na sua totalidade.

Inicie a trajectória no parque Manuel de Castro, “mata”, seguindo pela estrada da Escola Básica Fialho de Almeida, passe o estaleiro municipal, vire à esquerda em direcção ao Monte da Boa Vista, onde pode observar a sua arquitectura característica, volte novamente, à esquerda até apanhar a estrada 258 (estrada de alcatrão).

Vire à direita em direcção ao Monte da Azurria, também muito agradável de apreciar, e segue essa mesma estrada, encontrará uma ribeira (Ribeira de Mac Abraão), onde pode parar para admirar a serenidade com que as suas águas “abraçam” a terra e refrescam a alma. A vegetação passa a ter outras cores, depois deste momento de placidez, pode seguir em direcção ao Monte da Panasqueira, onde se encontram vestígios de uma Villa Romana.

Percorreu nesta altura aproximadamente 7 km.

Seguindo sempre na mesma direcção encontramos o Monte de Delicada, onde vai aparecer um cruzamento de estradas, siga pela da direita em direcção à Ermida da Nossa Sr.ª. da Represa, paredão hoje em ruínas, edificado pelo povo romano, que reúne duas características únicas no Concelho, a pintura a fresco que se mistura com o azulejo, criando um cenário único de arquitectura religiosa alentejana.

Siga pela estrada ao lado da Ermida de N. Sr.ª da Represa, em direcção ao Moinho do Outeiro, acompanhado de graciosas vinhas.

Assim, chega a Vila Alva, dentro da vila, passa a igreja, saindo pela estrada junto ao cemitério.

Siga em direcção às Antas, onde encontrará um corredor de acesso e laje de cobertura. A Anta da Fareloa tem cinco esteios no seu lugar, mas espalhados pelo solo vêm-se blocos semelhantes. O esteio de maior altura tem à volta de 1.90m.

A Anta de Cima, tem 4 esteios na sua posição primitiva, estando um deles quebrados. Deve ter tido nove esteios. A sua altura máxima acima do solo é de cerca de 2 metros.

Nesta altura terá percorrido aproximadamente 20 km, passa ao Monte das Antas de Cima e segue em direcção à Horta dos Marreiros, continua até cruzar a estrada 258 e passa novamente a ribeira de Mac Abraão, já em direcção a Cuba.

Quase a chegar, passa ao Poço da Panasqueira e reencontra o local onde começou esta aventura.