VisitCuba - Portal de Turismo de Cuba

go to content

Monumento ao Cante

Monumento inaugurado no dia 6 de Setembro de 2008, alusivo ao cante alentejano situado na praça junto da mata do Parque de Feiras e Exposições. Projeto da autoria de António Carrilho, que homenageia os grupos corais, destinando-se a divulgá-los e a perpetuá-los na nossa memória.

Trata-se de uma obra com três planos contínuos em chapa de aço corten cortadas conforme nosso desenho que vão encaixar num rasgo feito na pedra ao comprimento com cerca de 20 cm  de profundidade ficando afastadas a 30 cm, as figuras representam os Grupos Corais de Cuba, tanto os masculinos como os femininos.

A silhueta do grupo, da cor do aço parece caminhar vagarosa, nas ruas em passo cadenciado, unido, encostados os homens ombro a ombro trajando de forma diferente porque cada grupo tem as suas características. As senhoras, ao centro, apresentam-se em formato diferente porque elas tem os seus próprios grupos (o grupo não é misto) ligam-se pelas modas que têm em comum com os homens, salienta-se um fundo amarelo (ouro) representa a riqueza do nosso património cultural que é o canto alentejano através dos nossos Grupos Corais.

As figuras na parte detrás parecem saír do amarelo, seara, trabalho, tanto neste como nas ruas entoavam as suas melodias. Todas as figuras assentam num bloco cinza escuro que pode ser granito, representa as pedras da calçada das ruas  desta nossa “Catedral do Cante”.

Monumento ao Cante Monumento ao Cante